quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

USURPAÇÃO DE IDENTIDADE

Alguém fez um livro em meu nome. Desconheço o conteúdo. Tem a minha imagem na capa e o meu nome. No depósito legal está registado com o nome com que assino os meus contos e que é o único que tenho: Andreia Azevedo Moreira. 

Quem me conhece saberá que não faria uma coisa de tão mau gosto. Apresentarei queixa, pois. Que ninguém vá ao engano. Quero ser lida em papel, sim, mas eu decido os termos em que tal acontece. 

Isto que alguém fez é crime. São vários crimes, aliás.

Sinto piedade desse coração deturpado.


Sem comentários:

Enviar um comentário

OBRIGADA POR ME LERES.